Diário do País
BANNER A FORÇA DA VERDADE
Windows 11
Microsoft EDGE
DETONANDO

Malafaia denuncia “jogo sujo da Globo com os canalhas da CPI”

Pastor criticou a emissora por deixar de exibir o depoimento de médicos nesta sexta-feira

19/06/2021 15h39Atualizado há 4 semanas
Por: Diário do País
Fonte: Pleno News

Neste sábado (19/06), o pastor Silas Malafaia utilizou as redes sociais para denunciar um “jogo sujo da Globo” junto aos “canalhas da CPI” da Covid. De acordo com ele, a GloboNews decidiu não exibir o depoimento de médicos a favor do tratamento precoce para “o povo não saber”.

O comentário foi feito devido ao fato de o relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), e o vice-presidente, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), teram abandonado a sessão desta sexta-feira (18). Antes de deixar a sessão, Renan disse que se recusava a fazer perguntas aos convidados e ainda acusou o presidente Jair Bolsonaro de compartilhar “práticas criminosas”. Os médicos ouvidos foram Ricardo Ariel Zimerman e Francisco Eduardo Cardoso Alves.

Depois, Renan e Randolfe concederam uma entrevista coletiva para falar dos trabalhos do colegiado, o que foi exibido pela GloboNews.

– O jogo sujo da globo combinado com os canalhas da cpi! Ontem na CPI , os cientistas arregaçaram a favor do tratamento precoce. Os palhaços do circo saíram e foram dar entrevista. A globo News cortou a transmissão da CPI, para o povo não saber, passou a mostrar os palhaços – escreveu Malafaia.

 

Redes sociais do Diário do País:

@portaldiariodopais

@brunodelimabr

 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o DIÁRIO DO PAÍS continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Compartilhe nosso conteúdo.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários