Microsoft EDGE
BANNER A FORÇA DA VERDADE
Windows 11
Diário do País
MICROSOFT

Windows 11: ferramenta para testar compatibilidade do PC está com erro

Ferramenta da Microsoft para testar se PC é compatível com Windows 11 está com erro devido a checar versão diferente do recurso de segurança "TPM"

Bruno de Lima

Bruno de LimaProfissional de Tecnologia da Informação e jornalista. É profissional PMC Microsoft Corporation (ID: 2493713) e Intel ITP. Membro do Clube de Fundadores do Microsoft Virtual Academy, nível GOLD. Começou a paixão pelo mundo da tecnologia aos 11 anos de idade. No jornalismo, é redator, tendo o primeiro contato com a área aos 17 anos de idade. Atuou em vários veículos de comunicação. É o fundador do jornal digital Diário do País. Escreve sobre tecnologia e outros. Redes sociais: @brunodelimabr

25/06/2021 22h17Atualizado há 4 semanas
Por: Diário do País
Fonte: Bruno de Lima, com Windows Latest e Kabum
Logotipo do Windows 11. Foto: divulgação/Microsoft
Logotipo do Windows 11. Foto: divulgação/Microsoft

O anúncio oficial do Windows 11 realizado na quinta-feira (24/06) em um evento da Microsoft chamou a atenção de praticamente todo mundo. Agora, uma ferramenta para dizer se o seu PC é ou não compatível com o novo sistema está apresentando erros e seus resultados não devem ser levados em consideração.

Poucos minutos depois do Windows 11 ser oficialmente revelado, uma ferramenta da Microsoft começou a ficar popular na internet para testar a compatibilidade do hardware dos PCs para rodá-lo. Entretanto, ao rodar tal aplicação, até mesmo pessoas com computadores modernos viram a mensagem de que seu computador não seria compatível com a nova versão do sistema da Microsoft.

Erro está relacionado a versão do recurso TPM

Um documento oficial da Microsoft aponta que o Windows 11 requer o recurso TPM (Trusted Platform Module) 1.2 ou superior ativado. Esta função está presente nesta versão em praticamente qualquer computador montado entre os últimos 5 ou 7 anos, sendo que a mesma serve para deixar o hardware mais protegido de ameaças e pode aparecer com os nomes “Intel PTT” ou “AMD PSP fTPM” nas Bios.

Já a mensagem de erro vista na ferramenta da Microsoft acaba sendo gerada por conta da mesma estar buscando PCs compatíveis com o recurso TPM na versão 2.0, que requer no mínimo processadores da Intel da 8º geração ou da série Ryzen 2000 da AMD.

Assim, de acordo com a página da própria Microsoft, o verdadeiro requisito mínimo para rodar o Windows 11 seria este:

  • Processador com dois núcleos e clock mínimo de 1 GHz;
  • 4 GB de memória RAM;
  • 64 GB de espaço de armazenamento;
  • Recurso Security TPM na versão 1.2 ou superior;
  • Placa mãe com suporte a Secure Boot ou Boot Seguro.

Apesar das páginas da Microsoft ainda não estarem com um aviso sobre o problema da ferramenta, o site Windows Latest aponta que a empresa já está ciente do mesmo. Se ainda com o erro quiser testar esta ferramenta da Microsoft, a mesma pode ser baixada através deste link.

 

Escrito por: Bruno de Lima, com Windows Latest e Kabum

Redes sociais do Diário do País:

@portaldiariodopais

@brunodelimabr

 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o DIÁRIO DO PAÍS continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Compartilhe nosso conteúdo.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários