Windows 11
Diário do País
DIARIO DO PAIS 1 ANO
GEFFESON DE MOURA

Justiça decreta prisão de delegado e policiais de Sergipe envolvidos na morte de empresário paraibano

O crime aconteceu durante uma uma operação da polícia sergipana, às margens da BR-230, no município de Santa Luzia, no Sertão do Estado, no mês de março. Gefferson era natural da cidade de Cajazeiras, no Sertão paraibano.

24/08/2021 14h28Atualizado há 3 semanas
Por: Diário do País
Fonte: Diário do País, com Aline Martins

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) acatou recurso do Ministério Público da Paraíba (MPPB), nesta terça-feira (24), sobre novo pedido de prisão do delegado e de policiais sergipanos envolvidos na morte do empresário paraibano Geffeson de Moura Gomes, de 31 anos. O crime aconteceu durante uma uma operação da polícia sergipana, às margens da BR-230, no município de Santa Luzia, no Sertão do Estado, no mês de março. 

Os três policiais envolvidos são o delegado Osvaldo Resende Neto, o policial civil José Alonso de Santana e o policial militar, Gilvan Moraes de Oliveira. Ele chegaram a ser presos, mas foram soltos em abril. O empresário foi morto em 16 de março no momento que policiais de Sergipe faziam uma abordagem, por meio de uma operação de combate ao tráfico interestadual de drogas.

O empresário havia saído de João Pessoa para o município de Cajazeiras onde reside o pai dele e na época estava com Covid-19. Conforme a denúncia, “os denunciados em concurso de agentes e em comunhão de vontades/desígnios, com “animus necandi”, mataram Geffeson de Moura Gomes, por motivo torpe, mediante recurso que impossibilitou a defesa do ofendido, bem como utilizando-se de meio cruel”.

 

Redes sociais do Diário do País:

@portaldiariodopais

@brunodelimabr

 

*** 

Em tempos de coronavírus e desinformação, o DIÁRIO DO PAÍS continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Compartilhe nosso conteúdo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.