Diário do País
DIARIO DO PAIS 1 ANO
Windows 11
RECORDAR É VIVER

PARA RELEMBRAR: confira o que Lula prometeu e não cumpriu em seu Governo

Esse mesmo Lula, que não cumpriu suas promessas e nem honrou seus eleitores, quer voltar ao poder dando uma de bom moço.

02/09/2021 21h14Atualizado há 2 semanas
Por: Diário do País
Fonte: O TEMPO

O Diario do País teve acesso a uma matéria do ano de 2006, publicada no jornal O TEMPO, que mostra algumas promessas não cumpridas do na época presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). 

Esse mesmo Lula, que não cumpriu suas promessas e nem honrou seus eleitores, quer voltar ao poder dando uma de bom moço.

 

Confira a matéria:

Manchete: Prometeu  e não cumpriu

Publicado em: 23/07/2006 – 00h01

Há exatos quatro anos " no dia 23 de julho de 2002 ", o então candidato a presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez aquela que pode ser considerada sua promessa mais ambiciosa: criar, em quatro anos, 10 milhões de empregos.

Seu mandato termina no dia 31 de 10embro deste ano, mas o próprio governo admite que até o o último dia da gestão deverá abrir, ao todo, 8,5 milhões de novos empregos formais e informais. 

Para as entidades de defesa dos trabalhadores, porém, não passam de 6,4 milhões os postos de trabalho abertos durante o governo do presidente operário. 

"Criar empregos será minha obsessão nos próximos quatro anos", disse o então candidato no dia em que lançou seu programa de governo, em Brasília, para uma platéia que lotou o auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados. 

Sob o impacto de denúncias de fraude na contabilidade da gigante norte-americana Enron, nos Estados Unidos, e ante a expectativa da divulgação de mais uma pesquisa do Instituto Vox Populi, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) despencava 6,52% e o dólar batia na casa dos R$ 2,90 (o maior valor desde a criação do Plano Real, em 1994). 

Foi neste cenário que Lula divulgou seu programa, um calhamaço de 89 páginas, fruto de 10 meses de discussões por uma comissão composta por 22 assessores, militantes e amigos. 

Entre outras medidas para dar emprego a 10 milhões de brasileiros, o PT acenava com a redução da carga horária de trabalho, aumento de 20% para o salário-mínimo e um crescimento econômico de 7%. 

No programa, o PT deu-se ao luxo de enumerar pequenas metas dentro da promessa dos 10 milhões: seriam 5,33 milhões advindos do crescimento econômico, 3,2 milhões pela redução da jornada de trabalho e 1,47 milhão pela mudança no padrão de gastos públicos. 

A chapa petista prometia investir pesado em saneamento básico e na construção civil, tradicionais empregadoras da mão-de-obra não qualificada. Como a meta dos 10 milhões de empregos, nenhuma saiu do papel. 

O jogador de futebol Vampeta, da seleção brasileira de 2002, dera as famosas cambalhotas na rampa do Palácio do Planalto, comemorando o pentacampeonato, e Lula já ensaiava suas primeiras "metáforas futebolísticas": "É possível ser defensivo e ofensivo ao mesmo tempo", afirmou. "Não dá é para ficar o tempo todo na defesa tentando não tomar gol." 

Conjuntura 
Em julho de 2002, Lula liderava as pesquisas com 33% e era seguido de perto por Ciro Gomes (candidato pelo PPS), com 26%. O tucano José Serra ainda patinava nos 13%. 

O Brasil tinha 28 milhões de empregos formais e o cálculo dos economistas mostrava que, para atingir a meta dos 10 milhões, era preciso crescer 5% ao ano. Tal desempenho nunca foi comemorado por Lula e sua equipe econômica. 

O Produto Interno Bruto (PIB) aumentou 0,5% em 2003, 4,9% em 2004, 2,5% no ano passado e deve chegar, no máximo, a 4,5% neste ano. 

Há quatro anos, Lula também não poupava o governo do então presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), acusando que "o brasileiro trabalha de dia para pagar juros à noite. Não é possível este país continuar assim. Este país precisa voltar a crescer", apregoava o candidato, sob o aplauso da platéia.

Clique aqui e acesse a matéria. 

Redes sociais do Diário do País:

@portaldiariodopais

@brunodelimabr

 

*** 

Em tempos de coronavírus e desinformação, o DIÁRIO DO PAÍS continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Compartilhe nosso conteúdo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
João PessoaJoão Pessoa - PB João Pessoa é um município brasileiro, capital e principal centro financeiro e econômico do estado da Paraíba. Com população, estimada em 2018, de 800 323 habitantes, a capital paraibana é a oitava cidade mais populosa da Região Nordeste e a 23ª do Brasil, sendo, no seu estado, o município mais populoso.
João Pessoa - PB
Atualizado às 10h33
29°
Nuvens esparsas Máxima: 29° - Mínima: 22°
31°

Sensação

20 km/h

Vento

55%

Umidade

Fonte: Climatempo
FAKE NEWS
ITech 10
VOCE REPORTER
ESTÁCIO
Municípios
FLAMENGO
Últimas notícias
VATICAN NEWS
Mais lidas
ANUNCIE 4
Anúncio