Windows 11
DIARIO DO PAIS 1 ANO
Diário do País
OPINIÃO

Liberdade de Expressão - Por: André Menezes

A liberdade de expressão é preceito básico de um estado democrático de direito, sendo um direito fundamental, inalienável, anterior à existência do Estado, advindo do princípio da dignidade da pessoa humana.

André Menezes

André MenezesAndré de Menezes Lisboa, 20 anos, cristão, estudante de direito, estagiário no Fórum Cível de João Pessoa-PB. Filho de Otoniel André Lisboa Firmino (in memorian) e Joyce de Menezes Gomes Oliveira. Faz parte do time de colunistas do jornal Digital Diário do País. Instagram: @andrelisboamenezes

07/09/2021 10h43Atualizado há 1 semana
Por: Diário do País
Fonte: André Menezes, do Diário do País

A liberdade premissa máxima da Revolução Francesa de 1789, onde multidões foram às ruas proclamando: "liberdade, igualdade e fraternidade". O evangelho assevera: "foi para a liberdade que Cristo nos libertou, não nos coloquemos mais em jugo de escravidão".

A liberdade de expressão é preceito básico de um estado democrático de direito, sendo um direito fundamental, inalienável, anterior à existência do Estado, advindo do princípio da dignidade da pessoa humana.

A população tem garantias constitucionais e legais do protesto contra quem quiser e deferir críticas contra qualquer personalidade, sendo vedado, todavia, o anonimato e ataques a honra subjetiva ou objetiva, o que configuram os crimes de calúnia, injúria e difamação.

Porém, dizer uma verdade é crime? Apontar o erro de alguém e conclamar essa  pessoa ao arrependimento é contrário ao evangelho? Muitos dirão um alto e sonoro: "Não julgueis", como pretexto de: "deixe-me infringir a lei/pecar em paz", todavia, a Palavra nos orienta ao herege: repreender na frente de todos, nos afastar daqueles que deturpam a mensagem do evangelho e aplicar a correta disciplina, para que haja arrependimento verdadeiro e perdão divino

Na vida em sociedade não é diferente, aqueles que cometem crimes, devem ser denunciados pela sociedade, sofrer a punição justa da lei e serem enfim, reintegrados a vida em sociedade, no entanto, para certos cargos existem requisitos como uma extrema moralidade e probidade, sendo intrinsecamente proibido, alguém que cometeu algum crime contra a honra da sociedade, ocupa-lo de novo. Pois quem me garante que não voltará a fazê-lo? 

Eu como cristão e cidadão, busco me basear primeiramente na Palavra de Deus antes de emitir qualquer opinião, depois me baseio em notícias concretas e na lei do país, mas e quando esta lei é mal interpretada e me impede de me manifestar? Eu tenho por obrigação lutar contra isso! Porque hoje sou eu, que tenho um posicionamento contrário a você que sou censurado, amanhã é você, e depois nenhum de nós vamos poder nos manifestar em mais nada, e com a boca calada diremos: "amém" a tudo que nos obrigam a dizer!

 

Escrito por: André Menezes, do Diário do País. Instagram: @andrelisboamenezes

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.