Diário do País
DIARIO DO PAIS 1 ANO
Windows 11
NO TWITTER

Felipe Neto diz que MBL é mais chacota do que ele: "Vergonha"

Youtuber deu declarações em uma rede social.

13/09/2021 12h28Atualizado há 5 dias
Por: Diário do País
Fonte: Diário do País, com Pleno News

O youtuber Felipe Neto usou as redes sociais para criticar o Movimento Brasil Livre (MBL) por causa da baixa adesão de participantes nas manifestações a favor do impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Os atos contra o governo federal aconteceram neste domingo (12).

Segundo Felipe, o MBL dividiu a oposição e passou vergonha.

– Parabéns MBL… Dividiu a oposição. Fez todo mundo perder tempo brigando nas redes sociais, ao invés de focar contra o genocida. Passou imensa vergonha nessas manifestações vazias. Pelo amor de Deus MBL, desaparece. Vocês são mais chacota que eu jogando xadrez, imitando foca.

Marcadas para a manhã deste domingo, as manifestações do Movimento Brasil Livre (MBL) e do Vem Pra Rua (VPR) contra Bolsonaro, em cidades como Rio de Janeiro e Belo Horizonte (BH), tiveram baixa adesão até o momento.

Mesmo com o discurso de “frente ampla”, que incentiva a inclusão de adeptos de outros espectros políticos, incluindo a esquerda, o contraste com os atos pró-governo do dia 7 de setembro é evidente. No feriado da Independência, milhares de pessoas ocuparam a orla de Copacabana, chegando ainda antes do horário previsto.

– Inicialmente, era “nem Lula, nem Bolsonaro”, mas abrimos mão, porque partidos de esquerda se uniram ao movimento, como PSB, PDT, PCdoB, Cidadania. Copacabana é um palco de manifestações de direita, e hoje é uma resposta à manifestação do dia 7. É um primeiro ato, pode não ter muita adesão, mas os próximos terão – disse ao portal UOL Leticia Arsênio, uma das organizadoras do ato.

Em Belo Horizonte, um grupo de pessoas vestidas de branco, sinalizando a ausência de pautas partidárias, concentra-se desde às 10h para pedir o impeachment.

Além de 18 capitais, a manifestação principal aconteceu às 14h, na Avenida Paulista, em São Paulo. Figuras políticas como Ciro Gomes (PDT), o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM), os senadores Alessandro Vieira (Cidadania), Simone Tebet (MDB) e a deputada Tabata Amaral (sem partido) são esperadas no ato.

A deputada Janaina Paschoal mostrou fotos que indicavam um baixo número de pessoas também na Avenida Paulista.

– Fotos retiradas neste momento, 14:10h, da Avenida Paulista! Vamos ver que números serão divulgados – declarou a parlamentar.

 

Redes sociais do Diário do País:

@portaldiariodopais

@brunodelimabr

 

*** 

Em tempos de coronavírus e desinformação, o DIÁRIO DO PAÍS continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Compartilhe nosso conteúdo.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.