Windows 11
DIARIO DO PAIS 1 ANO
Diário do País
POLÍTICA BRASILEIRA

Alexandre Garcia diz que nem nos anos 70 foi alvo de censura como é hoje

Jornalista revelou ter apagado parte de seus conteúdos nas redes "preventivamente".

22/11/2021 11h04Atualizado há 2 semanas
Por: Diário do País
Fonte: Diário do País, com Pleno News
Jornalista Alexandre Garcia. Foto: arquivo
Jornalista Alexandre Garcia. Foto: arquivo

Ao relembrar do início de sua carreira em 1971, o jornalista Alexandre Garcia afirmou que nem em seu trabalho durante o período do regime militar no Brasil sentiu opressão da censura como têm sentido atualmente. Ele pondera, porém, que não declarou oposição ao governo da época e que trabalha em jornal que buscava neutralidade.

– Era o governo Medici, Geisel e eu nunca senti a censura que eu sinto hoje. Também nunca inventei de dizer “vamos derrubar o governo”. Talvez quem tivesse planejando derrubar o governo tenha sentido – declarou, em entrevista ao Jornal da Cidade Online.

Garcia revelou ainda ter retirado boa parte de seus conteúdos nas redes sociais do ar para não violar as normas das plataformas.

– Minha filha me orientou a tirar uns 300 comentários do Youtube para eu me enquadrar nas regras internas, ou seria punido. Então, eu tirei preventivamente qualquer referência a coisas proibidas na pandemia – assinalou.

Na avaliação do comunicador, a “crítica”, hoje, tem sido confundida como “ataque” ou “ameaça” à democracia.

– A liberdade de opinião está prevista no artigo 220 da Constituição. As pessoas têm direito do livre pensar (…) Isso é fundamental para a democracia. O poder que vem do povo não é o poder para concordar, pois para concordar não precisa de poder.

 

Conheça o Jornal BRASIL DA HORA: www.brasildahora.com 

Redes sociais do Diário do País:

@portaldiariodopais

@brunodelimabr

 

*** 

Em tempos de coronavírus e desinformação, o DIÁRIO DO PAÍS continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Compartilhe nosso conteúdo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.