FENERD 3
DIARIO DO PAIS 1 ANO
Windows 11
BANNER A FORÇA DA VERDADE
APPLE

Telegram passa WhatsApp e se torna app de mensagem mais baixado na App Store - Por: Bruno de Lima

Esta não é a primeira vez que o Telegram assume a liderança na App Store. Outro exemplo que podemos citar para a expansão constante do Telegram é devido, muitas vezes, pelas falhas técnicas do WhatsApp. Com isso, os usuários migram para o aplicativo russo.

Bruno de Lima

Bruno de LimaCristão com curso de aperfeiçoamento em Teologia. Jornalista. Bacharelando em Gestão da Tecnologia da Informação (GTI). Profissional de TI PMC Microsoft e Intel ITP. Membro do Clube de Fundadores do Microsoft Virtual Academy, nível GOLD. No jornalismo, é redator, tendo o primeiro contato com a área aos 17 anos. Atuou em vários veículos de comunicação. Fundador dos jornais digitais: Diário do País e Brasil da Hora. Escreve sobre tecnologia e assuntos relevantes. Redes sociais: @brunodelimabr

22/04/2022 07h48Atualizado há 3 semanas
Por: Diário do País
Fonte: Bruno de Lima, do Diário do País
Telegram no iPhone. Foto: arquivo
Telegram no iPhone. Foto: arquivo

O Telegram volta a assumir a liderança de aplicativo mais baixado na loja oficial da Apple, a App Store, na categoria redes sociais.

Enquanto seu principal concorrente, o WhatsApp, que sempre liderava, caiu para a 4ª posição na loja de aplicativos da Apple.

Uma das causas que podem ter colaborado para a ascensão do Telegram entre os usuários da Apple pode ser o fator das limitações do WhatsApp com relação ao seu rival.

Conforme noticiado, o WhatsApp pretende lançar uma atualização em seu app para maior expansão de grupos e outras funcionalidades, porém, devido a um acordo com o Tribunal Superior Eleitoral do Brasil, a atualização só deve ocorrer após as eleições deste ano de 2022. A parceria, segundo o WhatsApp, é para evitar a disseminação de "fake news".

O Telegram é um aplicativo de mensagens russo. Já foi alvo de polêmicas no Brasil envolvendo o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, que chegou a anunciar o bloqueio do Telegram em todo o País devido a empresa não possuir representação no Brasil. Após pedidos de desculpas do dono do Telegram e determinação do que havia sido solicitado pelo STF, o bloqueio não se concretizou.

Telegram assume liderança de app mais baixado na categoria Redes Sociais na App Store. Foto: reprodução

Telegram assume liderança de app mais baixado na categoria Redes Sociais na App Store. Foto: reprodução

 

PRESIDENTE BOLSONARO X LULA

Outro destaque para o Telegram é o canal do presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro (PL), que possui mais de 1.344.443 inscritos (um milhão, trezentos e quarenta e quatro mil, quatrocentos e quarenta e três usuários). Já o principal rival do presidente Bolsonaro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), possui apenas 63.127 inscritos (sessenta e três mil, cento e vinte e sete inscritos).

Bolsonaro foi um dos primeiros líderes mundiais a ingressar no Telegram. Assim, grande parcela de seus seguidores acaba por migrar do WhatsApp para o app russo.

Esta não é a primeira vez que o Telegram assume a liderança na App Store. Outro exemplo que podemos citar para a expansão constante do Telegram é devido, muitas vezes, pelas falhas técnicas do WhatsApp. Com isso, os usuários migram para o aplicativo russo. 

Você pode baixar o Telegram na App Store clicando aqui.

Baixe na Play Store - clique aqui

 

Por hoje é só;

Até a próxima!

 

Escrito por: Bruno de Lima – Cristão. Jornalista fundador do Diário do País. Profissional de Tecnologia da Informação Microsoft Corporation PMC/CSP e Intel ITP. E-mail: [email protected] - Redes sociais: @brunodelimabr

 

*O conteúdo postado pelos colunistas é de responsabilidade deles. O Diário do País e o Brasil da Hora se reservam de quaisquer responsabilidades.

 

Redes sociais do Diário do País:

@portaldiariodopais

@brunodelimabr

 

*** 

Em tempos de coronavírus e desinformação, o DIÁRIO DO PAÍS continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Compartilhe nosso conteúdo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.