Diário do País
Microsoft EDGE
FUTEBOL

E agora Rede Globo? Pra onde você vai correr?

Desde o começo do ano em guerra com a Rede Globo por questões financeiras relacionadas aos direitos de transmissão de seus jogos no Campeonato Carioca, o Flamengo se viu crescer em mídias alternativas à televisão (como rádio e redes sociais).

Matheus Barbosa

Matheus BarbosaFilho de militar e nascido no dia 25 de julho, Matheus cresceu em Monte Carmelo, no interior de Minas Gerais. Desde muito novo sempre foi apaixonado por comunicação e sempre se destacou nas matérias escolares onde envolviam a escrita. Sempre foi apaixonado por esportes e música. Aos 14 anos começou a trabalhar na rádio Monte FM, onde trabalha até hoje, e começou a se destacar na área de reportagens esportivas. É locutor, repórter esportivo, músico e agora colunista do Diário do País.

30/06/2020 16h00
Por: Diário do País
Fonte: Matheus Barbosa, do Diário do País, em Monte Carmelo-MG
324

    Não é novidade que uma medida provisória relacionada à direitos de transmissões de esportes foi recentemente imposta pelo presidente Jair Bolsonaro. Em meio a toda essa guerra, o Flamengo levou uma vantagem.

Desde o começo do ano em guerra com a Rede Globo por questões financeiras relacionadas aos direitos de transmissão de seus jogos no Campeonato Carioca, o Flamengo se viu crescer em mídias alternativas à televisão (como rádio e redes sociais). Em meio a um cenário de renovações de contratos por transmissões dos campeonatos estaduais, o Flamengo se viu menosprezado e minimizado em relação aos clubes paulistas, dado ao seguinte fato: Até 2019 os clubes cariocas recebiam 15 milhões de reais pelas transmissões dos jogos do estadual, enquanto os paulistas recebiam 20 milhões. Já em 2020 os clubes paulistas renovaram seus contratos com um aumento de 5 milhões recebidos por ano pelos estaduais, em contrapartida a Globo ofereceu um aumento de apenas 3 milhões aos cariocas, que aceitaram por sangue de barata, menos o Flamengo.

O clube em questão se viu injustiçado por receber menos, e de fato foi, por simplesmente ter quebrado recordes de finais de copa do mundo dentro da emissora e acima de tudo, desde os anos 80 a maior audiência da Globo são os programas e jogos relacionados ao Flamengo.

No último jogo antes da parada por causa do novo Corona Vírus, ambas as partes chegaram em um acordo, o jogo entre Flamengo e Portuguesa- RJ poderia ser transmitido via streaming pelo site Globoesporte.com e também pela FlaTV, já que o jogo em questão seria com ausência de torcida.

As torcidas no Brasil ainda não voltaram, mas o Campeonato Carioca sim. Flamengo e Rede Globo tinham um acordo de transmitir os três primeiros jogos no site esportivo da emissora e também pelo canal do time no YouTube. Porém, em meio à uma preocupação com audiência devido ao “banho” de visualizações na transmissão (Na FlaTV milhões de acessos simultâneos, enquanto o site do referido canal teve em torno de cem mil totais, referentes ao último jogo antes da parada) a Globo voltou atrás no acordo de cavalheiros que tinha firmado com o presidente do Flamengo Rodolfo Landim, dizendo que não permitiria a transmissão pelo canal do clube e que também estaria aberta a negociações para fechar um pacote com o resto da Taça Rio e uma possível final do Campeonato Carioca. 

O grande erro da Globo foi ter voltado atrás! Há pouco tempo, o Presidente da República Jair Bolsonaro assinou uma MP em cima da Lei Pelé, o que direito ao clube mandante do jogo transmitir e vender como bem entender. 

Na semana passada o Flamengo anunciou que iria transmitir com imagens o jogo de quarta-feira (1º de julho) no seu canal do YouTube. Ameaçada com a MP, a Rede Globo decidiu recorrer à um inquérito judicial contra o clube (pelo fato de ter os direitos de transmissão do Boavista, que será adversário do Flamengo), porém o pedido da emissora foi negado, o que dá direito de o jogo ser gerado e transmitido pela FlaTV.

A situação então é a seguinte: Flamengo atualmente é o líder geral do campeonato, caso vença o jogo de quarta-feira e seja campeão da Taça Rio, automaticamente já é o campeão estadual. Os mandos de campo da semifinal e final são decididos por sorteio da FERJ que organiza o campeonato. Caso o Flamengo seja escolhido para mandar a semifinal a Globo não poderá exibir o jogo em suas plataformas. Caso o Flamengo avance à final e seja novamente sorteado, a Rede Globo pela primeira vez em sua história não poderá transmitir a final de um turno do carioca. Caso haja outro campeão da Taça Rio, o Flamengo como campeão da Taça Guanabara já seria finalista do campeonato carioca e ainda há o sorteio, caso o Flamengo seja sorteado dentro deste cenário, a Rede Globo pela primeira vez não exibirá a final de um Campeonato Carioca. A única opção da emissora é fechar com o Flamengo para transmitir os jogos finais da Taça Rio antes do sorteio.

Em toda esta confusão fica uma pergunta: E agora Rede Globo?

Escrito por: Matheus Barbosa, do Diário do País, em Monte Carmelo-MG

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
João Pessoa - PB
Atualizado às 17h31
28°
Poucas nuvens Máxima: 30° - Mínima: 23°
31°

Sensação

22 km/h

Vento

74%

Umidade

Fonte: Climatempo
FAKE NEWS
ESTÁCIO
VOCE REPORTER
Municípios
FLAMENGO
Últimas notícias
VATICAN NEWS
Mais lidas
ANUNCIE 4
Anúncio