Diário do País
Microsoft EDGE
IMUNIZAÇÃO

Mendonça rebate críticas a Bolsonaro e diz que Moro "manchou biografia"

Atual ministro do governo afirmou que o ex-juiz da Lava-Jato teve uma atuação com baixo rendimento no comando da pasta da Justiça

29/12/2020 11h56
Por: Diário do País
Fonte: Diário do País, com Correio Braziliense
601

O ministro da Justiça, André Mendonça, rebateu, na noite desta segunda-feira (28), as críticas do ex-ministro Sergio Moro, que miraram o presidente Jair Bolsonaro. Moro cobrou do governo a aplicação de vacinas contra a covid-19, que assola o país desde o começo do ano.

Pelo Twitter, Mendonça publicou resultado de sua gestão, e disse que a apreensão de drogas e de dinheiro fruto de corrupção ultrapassou, em seis meses, os 16 do período em que Moro esteve a frente da pasta. Nas declarações, Moro questionou a existência de um presidente na capital federal, e disse que enquanto países do mundo todo, inclusive nações vizinhas, vacinarão a população, o Brasil segue sem perspectiva de iniciar a imunização.

"Vi que Sergio Moro perguntou se havia presidente em Brasília? Alguém que manchou sua biografia tem legitimidade para cobrar algo? Alguém de quem tanto se esperava e entregou tão pouco na área da Segurança?", rebateu Mendonça.

Moro ingressou no governo em 2019, e ficou até abril deste ano, quando pediu demissão, acusando o presidente de tentar interferir na Polícia Federal. "Quer cobrança? Por que em 06 meses apreendemos mais drogas e mais recursos desviados da corrupção que em 16 meses de sua gestão?", completou André Mendonça.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários